Sobre o medo

/
11 Comments
    s. m.

  1. 1. Estado emocional resultante da consciência de perigo ou de ameaça, reais, hipotéticos ou imaginários.
  2. 2. Ausência de coragem.
  3. 3. Preocupação com determinado fato ou com determinada possibilidade.
  4. 4. Alma do outro mundo.
  Definição de medo, segundo o dicionário Aurélio. 





Além dos perigos reais, nossos medos também surgem por conta das associações que fazemos ao longo da vida. É o caso do edredom tapando o rosto de madrugada pra afastar o vulto que você jura ter visto no corredor, ou a rua que você atravessa ao se deparar com um cãozinho, anos depois de já ter sido atacado. Ali não existe perigo, mas o seu cérebro está pronto para correr ou lutar. E o relaxamento pós-tensão é quase gostoso: há quem ame montanha-russa ou filme de terror, por exemplo.

Presente em quase todos os seres vivos, o medo é uma resposta a um estímulo que nos prepara para luta e fuga - essencial para a sobrevivência. Sem ele teríamos poucas chances de estarmos de boa aqui agora, lendo textos na internet e comendo pipoca de microondas.

Nossos temores variam de uma simples barata escalando uma parede até as mais incríveis formas de partir dessa pra melhor. O problema é quando ele se torna exagerado e, acompanhado de muita insegurança, acaba por acrescentar incômodos complexos e desnecessários às nossas vidas. É o caso dos medos patológicos - que são mais comuns do que se imagina.

Mas não são apenas os patológicos que nos trazem problemas. Há também uma outra forma de medo que, em vez de contribuir para a evolução, tem efeito contrário: pode atrasar a nossa vida. É o que chamo de medo-do-passo-a-frente. É um medo infundado, quando não arriscamos algo importante por puro medo do que pode acontecer. É o medo de que achem a nossa ideia descabida. Medo de que nos considerem incompetentes. Medo de não se encaixar, de parecer diferente. Medo de dar vexame.

Medo de errar é natural - é isso que faz com que melhoremos e exatamente isso que impulsiona o conhecimento. Só não podemos deixar que esse receio atrapalhe os nossos passos, ele não foi feito pra ser um obstáculo.

Enfrentar um monstro é tarefa difícil pra cacete, mas fará com que o monstro que assombra nosso roteiro se torne só mais um motivo pra dar risada.




You may also like

11 comentários:

  1. Bom dia, amiga!

    Gostei imensamente do que li agora, fiquei encantando com a forma, o jeito e a tua maneira de escrever e o assunto tratado bastante pertinente, pois o medo faz parte de nossa vida diária, entretanto, como você bem ressaltou cabe a nós mesmos saber dominar este sentimento, embora não seja tarefa fácil, mesmo assim temos que dominá-lo se quisermos prosseguir adiante em busca da concretização dos nossos objetivos.
    Meus parabéns e obrigado pela partilha.

    "Façamos da interrupção um caminho novo.
    Da queda um passo de dança,
    do medo uma escada,
    do sonho uma ponte, da procura um encontro!"

    Fernando Sabino.

    Beijos e sorrisos:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Elias!

      Muito obrigada pelas palavras, fico muito feliz que tenha gostado.

      Bjs

      Excluir
  2. eu tenho medo de tanta coisa..as vezes me sinto ipotente por causa disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sinto muito medo também. Na verdade, sofro de ansiedade... então o medo é bem constante. Mas eu tento me forçar a tudo, senão acabo sem fazer nada :/

      Excluir
  3. Aimôpai! kkkk Me segura que vou dar um troço, vou dar vexame aqui! kkkkkkkkkk

    Tô com um medo tão retado que é melhor eu dar risada, e ai Fia? kkkkk

    -Ei, Sibarita!
    -Hein? Xiii...
    -Olhe, seu medo é infundado... rsrsr
    -Ô, é? Né patológico não moça? Tenho medo desse monstro, viu? kkkk
    -Fique tranquilo, nada vai assombrar o seu roteiro. rsrssr
    -Vai não, é? Oxente, repare... kkkkkkk
    -Deixa de onda! rsrs
    -Moça, tá rebocado, piripicado eu vou é me picar, abrir o gás, viu? Tô aqui me tremendo, ômodeu! Fui... kkkkkkkkkkkk

    Viviane, porreta seu texto! Realmente, medo todos temos, quem não tiver que atire a primeira pedra, né não? kkkk

    Desculpe a brincadeira, excelente postagem!

    Obrigado pelas palavras bondosas no Sibarita, volte sempre...

    O Sibarita

    ResponderExcluir
  4. Enfrentar um monstro é realmente difícil. Mas depois que a gente enfrenta, a sensação de vitoria supera qualquer coisa.

    Adorei o texto, muito bom!!

    Beijos

    Marina | Ler, imaginar e criar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, enfrentar um medo é paralisante, mas é necessário pra gente seguir em frente.

      Bjão!

      Excluir
  5. São os medos que nos impulsionam. Quando acontecesse deles nos prenderem, é necessário trabalhar o psicologico e mudar um pouco isso. Gostei muito, viu?

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  6. Vivian, parabéns pelo seu texto. Às vezes deixamos de fazer coisas interessantes ou importantes por puro MEDO, evitando viver de forma mais intensa.

    Indico à todos um outro texto sobre COMO ENFRENTAR UM MEDO SEM INTIMIDAÇÃO: http://www.superpassos.com.br/enfrentar_um_medo_sem_intimidacao.html

    Abraços; Ana

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu texto, Vivian. Medo, quem não tem, não é mesmo? :/

    ResponderExcluir