Despedida

domingo, dezembro 16, 2012 Vivian Loreti 27 Comments




    Não é você, sou eu. Não, não acredite nisso. A verdade é que também não sou eu. Somos nós. Tentamos durante algum tempo. Eu realmente tentei, acredite. Fui tudo aquilo que, sem você, eu jamais seria. Você também. Foi, pra mim, um causador de sonhos. Um construtor de verdades, de vontades realizadas e gostinho de quero-mais. Você foi ouvinte das minhas promessas, foi o sujeito das minhas sentenças, foi tudo aquilo que eu poderia esperar. E um pouco mais.
    Hoje vejo o quanto cresci, não sou mais a menina dos olhos sonhadores que você conheceu - e isso é tão bom. Enxergar a vida com olhos diversos, sempre foi este o meu objetivo. Você não me reconheceria. 
    Acontece que hoje eu não consigo mais olhar para você e acreditar como isso tudo chegou até aqui. Tínhamos tudo pra dar certo. Mais uma frase errônea. Perdoe-me. Deu certo. E sempre dará. Não continuaremos juntos nesta estrada, mas tudo o que fizemos - e o que fomos - deu certo até aqui. Fomos amores, amantes, amigos, cúmplices, parceiros. E nunca deixaremos de ser. O passado não mudará. Permanecerá sendo tudo o que fomos e disso eu me orgulho, de ter sido mais do que esperei de mim mesma.
    E agora, ver os seus olhos marejados me enche de desalento. Como eu gostaria que as coisas fossem diferentes! Mas não são. E, para nós, esta história não dá mais para seguir em frente. Sim, pra você também, acredite. O fim das lágrimas, das palavras que cortam, do desprezo suicida. É hora de brindar a chegada de novos ventos.
    Lembre-se apenas de guardar nossas memórias nas caixas das coisas boas. Assim como os acontecimentos, as boas lembranças vêm em caixas menores, quase imperceptíveis. Leve esta sempre com você, para lembrar-se que, apesar de finito, nosso amor foi astronômico. E que tudo valeu a pena.
    





    

You Might Also Like

27 comentários:

  1. Confesso que, algumas vezes quando passeio por aqui, fico me perguntando o quanto disso é dito por uma personagem, e o quanto é você?!

    Mas independente disso entendo que crescer e aprender é uma parte importante das voltas que é a vida, e seja lá quem foi que de fato escreveu esse texto, parece fazer isso muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei, Thiago! É bem isso mesmo, às vezes é pura ficção, outras são meus sentimentos. Que bom que vc captou isso :)

      Excluir
  2. é complicado quando mudamos e percebemos que a pessoa que está do nosso lado já não é mais como um porto seguro

    ResponderExcluir
  3. é tao dificil um termino de relacionamento que as vezes todas essas palavras nao conseguem sair direito da nossa garganta.
    adorei o texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Terminar alguma coisa é muito difícil, sempre. Todo mundo já passou por isso uma vez ou outra e sempre dói, nunca fica mais fácil. Eu mesma já achei q o mundo ia acabar. Graças a Deus ele nunca acaba :)

      Excluir
  4. Sempre é complicado fim de relacionamento!

    Gostei bastante do seu blog, seguindo :D



    Tem um concurso de fotografia rolando no meu blog, bora participar??

    http://enredodeideias.blogspot.com.br/2012/12/concurso-de-fim-de-ano-enredo-de-ideias.html

    beeijos e boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou dar uma olhadinha por lá :)
      Obrigada pelo convite
      Beijos

      Excluir
  5. Muito bom seublog!
    estou seguindo.
    beijos.
    sweet--hope.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jéssica, o seu blog também é muito bom :)

      Excluir
  6. embora eu tenha amado o blogue seu texto é tão triste.
    dá vontade de botar os dois juntos e fazer tudo voltar ao normal! *
    adoraria se visitasse e seguisse o meu, caso queira!
    Beeeijos princesa! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha seria bom mesmo, mas as coisas mudam.
      e fica tranquila, essa história - apesar de ser comum a todos nós - é só ficção :)

      Excluir
  7. Felicidade se acha é em horinhas de descuido.
    Guimarães Rosa
    E precisamos fazer com que essas horinhas valha a pena.
    Texto reflexivo e intenso, adorei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Seu texto está tão lindo... Devemos seguir em frente, às vezes chega uma hora em que o "nós" já não pode existir; continuar. Então fazemos escolhas, que nem sempre são boas, mas que sempre nos trazem alguma lição...

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Samyle. É tudo uma questão de escolha.

      Excluir
  9. Que texto bonito! Fins são sempre tristes, mas a vida segue...
    Beijos, Cyn.
    http://ograndetalvez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse é um texto daqueles que em pelo menos uma frase você acaba se identificando.
    Quem nunca se pegou pensando em qual foi o motivo do fim e como seria dali pra frente não é?
    Lindo e sútil, me fez relembrar de acontecimentos guardados "nas caixas de coisas boas." Parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Segue Meu Blog Amor ? http://pensamentosdecoelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto!! Sempre vale a pena, de um jeito ou de outro, pelo menos com as despedidas a gente cresce um pouquinho.

    ResponderExcluir
  13. Oi Vivian! Tudo bem querida?

    Que maneira linda e poética de descrever o fim de um relacionamento!
    O texto está lindo, tem um final de renovação! Gostei!
    Pode até ser possível uma reconciliação nesta história, é só deixar o tempo fluir naturalmente e agir....

    Beijos e uma linda noite! :)

    ResponderExcluir
  14. Gostaria de entender por que as mulheres pensam assim. O cara não tem chance nenhuma então?
    Como vocês conseguem ficar tão "de boa" com isso tudo?
    você é forte.

    ResponderExcluir