Terrorismo Poético

quarta-feira, agosto 21, 2013 Vivian Loreti 5 Comments


Estava eu aqui, fazendo limpeza no computador, e encontrei uma pastinha quase esquecida sobre Terrorismo Poético.

Resumindo, o terrorismo poético é uma extensa forma de arte — ainda que muitos dos seus artistas não sejam considerados como tal. A graça desse tipo de manifestação artística é o choque. Aquela dúvida sobre o que é aquilo e as inúmeras possibilidades de interpretação.

Terrorista porque o seu impacto psicológico pode ser comparado com um ato de terrorismo, te trazendo, através de intervenções, para o mundo real.

O capítulo sobre T.P. no livro "Caos, os panfletos do anarquismo ontológico" de Hakim Bey, começa de uma forma que me tocou muito há alguns anos atrás, quando ouvi pela primeira vez o termo curioso: "ESTRANHAS DANÇAS NOS SAGUÕES de Bancos 24 Horas. Shows pirotécnicos não autorizados. Arte terrestre, trabalhos-telúricos como bizarros artefatos alienígenas espalhados em Parques Nacionais. Arrombe casas mas, ao invés de roubar, deixe objetos Poético-Terroristas. Rapte alguém e faça-o feliz. Escolha alguém aleatoriamente e convença-o de que ele é herdeiro de uma enorme, fantástica e inútil fortuna: digamos 8.000 quilômetros quadrados da Antártida, ou um velho elefante de circo, ou um orfanato em Bombai ou uma coleção de manuscritos alquímicos. Mais tarde, ele irá dar-se conta de que acreditou por alguns poucos momentos em algo extraordinário, & talvez, como resultado, seja levado a buscar uma forma mais intensa de viver."

Quem aqui já assistiu The Edukators e Clube da Luta já viu um pouquinho do que se trata.

Hoje eu trago pra vocês um pouco do meu artista preferido (que, em sua homenagem, nomeei o meu bebê de quatro patas), o Banksy.
Banksy é o pseudônimo de um grafiteiro, pintor, ativista político e diretor de cinema inglês. Sua arte de rua satírica e subversiva combina humor negro e graffiti feito com uma distinta técnica de estêncil. Seus trabalhos de comentários sociais e políticos podem ser encontrados em ruas, muros e pontes de cidades por todo o mundo.
                                                                 Fonte 









Mais em: www.banksy.co.uk/




Quem quiser acompanhar o Coelho é só seguir:

Bisous

You Might Also Like

5 comentários:

  1. Nossa, lindos graffitis! Fiquei bastante tempo tentando ver se a primeira imagem era grafiti mesmo ou se era montagem (pensei que era, acredita?). Algumas imagens são bem chocantes ^^

    ResponderExcluir
  2. Ai Vivian, fico bem aliviada de saber que você não ficou chateada nem nada, eu fiquei cismada com isso a noite toda, só que não pude vir aqui te falar isso. Mesmo o template sendo do Difluir, acho errado usar sem falar nada, afinal, eu venho aqui todo dia e vejo o visual do seu blog né.

    Acho que vou dormir bem mais tranquila essa noite rsrs

    Beeeijos!

    ResponderExcluir
  3. Algumas imagens são fortes mas outras engraçadas, fez-me correr o seu blog à procura de mais imagens. Já agora, pergunto, já achou o seu coelho branco?
    Abraço.
    Antonio.

    ResponderExcluir
  4. Uau! Que trabalho fantástico,estou louca para assistir os filmes que indicou, depois dessas imagens, quem não? Adorei.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse tipo de "terrorismo", mas AMEI!!!
    E as obras de Banksy são simplesmente sensacionais!
    Acho que existem muitos grafiteiros realmente talentosos, e que deveriam ter mais valor para a sociedade.
    Além disso, toda forma de arte é arte, mesmo que a nossos olhos pareça "esquisito". Adoro toda forma de expressão!
    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir