1 tema, 2 ideias: Morte

/
4 Comments

Quanto tempo é para sempre? Dura a eternidade de uma memória. Rostos, corações e histórias duram enquanto resistir a lembrança dos que restaram. Passado isso, resta apenas o pó que encobrirá o paraíso da eternidade.

Quão ingrata é a morte! Eterna namorada que nunca se cansa de nos esperar; vive à espreita de qualquer breve deslize. Vive perto, silenciosa e encantadora. Queria eu conhecer os encantos da bela morte e voltar ileso desse intenso encontro!

Acabam-se os passos que tivemos por infinitos. E acabar não é, de fato, um pesar — vejamos a coisa pelo outro lado. Acabar implica transformar o antigo e abrir as portas para o novo. Bem-vindos os que encontram agora as minhas pegadas. Façam bom uso deste planeta, e, deixem um pouco para os que ainda estão por vir.

Um minuto de silêncio por nossas almas. Você, que hoje está tão vivo quanto o Sol que ainda irradia luz e calor, construa já o seu legado pós-morte. Dê a si mesmo a extrema-unção. Compartilhe, em vida, todo o tesouro que economizou: alguns punhados de amor, uma porção de carinho, uma dúzia de atenção e um bolso cheio de perdão.

Ninguém é lembrado por aquilo que nunca fez. E quanto tempo é para sempre? A eternidade de uma memória, respondo.






Vamos ver o que a Soraya escreveu?


You may also like

4 comentários:

  1. Aaaah, sem comentários!
    Lindo e reflexivo! E tão diferente do meu!
    Adorei! A Marina vai gostar, ela tinha pensado numa linha assim quando comentei do tema rs
    Beijos!!

    wwe.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa, essa frase marcou: "Quanto tempo é para sempre? Dura a eternidade de uma memória." Pois não é que é mesmo? Então você faz a pergunta, o que andamos fazendo para que os outros se lembrem da gente? É uma boa pergunta. Estou presa nela, no momento.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo isso, Vivian. O único jeito de viver o eterno é sendo eternizado nas memórias mo mundo. Amei♥
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Seu texto me deixou até arrepiada! "Ninguém é lembrado por aquilo que nunca fez." gostei muito dessa frase, bem reflexiva.

    Vou lá ler o texto da Soraya, essa coluna de vocês é perfeita! :)

    ResponderExcluir