Dona Regina não gosta de cachorro

domingo, setembro 06, 2015 Vivian Loreti 7 Comments




Dona Regina não gosta de cachorros.
"Eles fedem", ela dizia. "Soltam pelo, fazem bagunça". 

Dona Regina nunca quis um cachorro.
Quando, certo dia, a filha chegou em casa com um filhote, imediatamente Dona Regina mandou que ela o devolvesse.
"Vai ficar só essa noite", ela disse. "Não pense que vai me enrolar com essa bola de pelos".

Ela não descansou, a dona Regina.
"O que tem de errado com esse cachorro?", perguntou quando a filha chegou da faculdade. "Tentei dar comida, ele não quis. Ficou só me seguindo pra lá e pra cá. Será que tá doente? Será que ele tá com saudade da mãe?".

Quando a filha da Dona Regina se casou, o filhote já não era mais filhote. Tinha ficado trezentos e sessenta e cinco dias a mais do que só aquela noite. Houve um momento em que o silêncio ficou tão denso que era quase possível senti-lo pinicar a pele.
"Você pode ir", disse ela, escondendo o cachorro entre os braços. "Mas eu não te perdoo se tirar ele de mim!"

E o cachorro também preferiu a Dona Regina. Era um caso perdido, a filha sabia. O filhote, desde o primeiro dia, nunca fora realmente dela. A filha suspirou e assentiu, enquanto o bicho amarelado lambia o rosto da mulher mais velha. Antes de partir, deu um abraço no filhote que não era mais filhote, e ele a acompanhou até o portão de ferro. Dona Regina, que não gostava de cachorros, agora observava a bola de pelos com os olhos marejados. De repente tudo ficou claro: não é assim que o mundo funciona, ela sussurrou. O cachorro abanou o rabo com uma cara meio boba quando a porta se fechou atrás deles. Dona Regina retribuiu o que acreditava ser um sorriso. Percebeu que é simplesmente impossível escolher o amor: o amor é que escolhe a gente.



You Might Also Like

7 comentários:

  1. Eu amei o texto, achei a coisa mais linda do mundo! Super fofo *--*
    É verdade "o amor é que escolhe a gente".
    Beijooos :**

    http://mar-de-ideias.com/

    ResponderExcluir
  2. Ai que lindeza Vivian!!!!

    É bem isso mesmo!! o amor que escolhe a gnt... e amor de bichinho é o mais puro que existe!!
    Fazia tempo né? Vc tinha parado? Vi que você voltou pelo face da Fê! Espero que continue!! rsrs

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazia bastante tempo, acho que quase um ano! rs Cheguei a parar, aí postava 1 texto e sumia de novo. Foi um inverno longo e frio rsrs.

      Beijo Juju!

      Excluir
  3. E a dona Regina ficou com o cachorro mesmo, história real rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Amei texto lindo ! Sentido, bem escrito, faz-nos sentir mesmo como a Dona Regina, como se fosse-mos nós a sentir o amor que ela recebeu do cão desde o inicio!!! O amor escolhe mesmo a gente, nós nunca podemos dizer que não vamos amar algo, porque não sabemos. E o amor de um animal por nós é sempre incondicional!

    Adorei! Beijocas! http://wherebelong.blogspot.pt/

    ResponderExcluir